MASSIMO STEFANUTTI – Apresentação

Massimo Stefanutti
Been Born in Venice (Italy) in 1957, lawyer, specialized in right of the photography, itlives and works in his lagoon city.
Associate of the Photo club “La Gondola”from 1977 of has been President between 1987 and 1994.
Member of the coordination of the Italian Observatory for the Pinhole Photography near the Musinif of Senigallia (Italy).
It is between the greater international authors of pinhole photography.
Nato a Venezia nel 1957, avvocato, specializzato in diritto della fotografia, vive e lavora nella città lagunare.
Socio del Circolo Fotografico “La Gondola” dal 1977, ne è stato Presidente dal 1987 al 1994.
Membro del coordinamento dell’Osservatorio Italiano per la Fotografia Stenopeica pressi il Musinf di Senigallia.
Para um melhor conhecimento do trabalho de Massimo uma visita se impõe a
http://www.massimostefanutti.it/
http://www.massimostefanutti.it/FotografiaStenopeica/index-7.html
Anúncios

Apresentando ANTONIO GRANERO

ANTONIO GRANERO GUTIÉRREZ
· COORDINADOR del Proyecto Nacional CAMINO DE SANTIAGO ESTENOPEICO (2010-2014) presentado en la Agencia Nacional de Proyecto Educativos Intercentros/PROGRAMA ARCE.
· Proyecto de Innovación Educativa. CREACIÓN ARTÍSTICA EN EL ÁMBITO EDUCATIVO: VIAJE FOTOGRÁFICO DE LO ESTENOPEICO A LO DIGITAL. CAJA DE LUZ. De noviembre de 2006 a junio de 2007.
· PRIMER PREMIO NACIONAL, CATEGORÍA DE FORMACIÓN PROFESIONAL, EN EL XXIX CONCURSO DE EXPERIENCIAS EDUCATIVAS, PREMIOS SANTILLANA 2007, POR LA CREACIÓN ARTÍSTICA EN EL ENTORNO EDUCATIVO DE LA FORMACIÓN
PROFESIONAL: UN VIAJE FOTOGRÁFICO. SEVILLA POR UN AGUJERO. Mayo 2007.
· COORDINADOR. GT05/06-133. LA CREACIÓN ARTÍSTICA EN EL ENTORNO EDUCATIVO.
30 horas. Del 15 de septiembre de 2005 al 30 de junio de 2006.
· COORDINADOR. GT04/05-102. CREACIÓN DE ENCUENTROS PROFESIONALES DE LA
FAMILIA DE  IMAGEN Y SONIDO: UNA MEJORA EDUCATIVA. 35 horas. 2005
· PONENTE. ACTIVIDAD 054127AR11. CURSO: SOFTWARE LIBRE PARA EDUCACIÓN
ARTÍSTICA. 9 horas de un total de 30 horas. Del 1 de mayo al 31 de mayo del 2005.
· PONENTE. A04/05-048. CURSO: DE LO ESTENOPEICO A LO DIGITAL: UN VIAJE
FOTOGRÁFICO. PROCESOS CREATIVOS EN EL ÁMBITO EDUCATIVO. 30 horas de un total
de 30 horas. Del 15 de febrero al 17 de marzo del 2005.
· TEXTO DE LA EXPOSICIÓN DE FOTOGRAFÍA ESTENOPEICA Sevilla por un agujero. Del 22
de marzo al 5 de abril de 2001.
· MIEMBRO. ACTIVIDAD 004128ES49. GRUPO DE TRABAJO: PROCESOS DE CREACIÓN

ARTÍSTICA EN LOS CICLOS FORMATIVOS DE COMUNICACIÓN, IMAGEN Y SONIDO. 50
horas. Del 31 enero al 15 junio 2000. SEVILLA POR UN AGUJERO.
· MIEMBRO. ACTIVIDAD GRUPO DE TRABAJO: PROCESOS DE CREACIÓN ARTÍSTICA EN
LOS CICLOS FORMATIVOS DE F.P. DE COMUNICACIÓN, IMAGEN Y SONIDO. 40 horas.
Del 29 de enero al 14 de junio de 1999. SEVILLA POR UN AGUJERO.
· AUTOR del libro MANUAL EDUCATIVO: DE CÓMO CONSTRUIR TU PROPIA CÁMARA ESTENOPEICA. ISBN: 978-84-9909-600-1. Editorial Ediciones Corintia. Almería, 2009.
· AUTOR del libro LA FOTOGRAFÍA ESTENOPEICA COMO LIGERO EQUIPAJE. ISBN: 978-84-9909-768-8. Editorial Ediciones Corintia. Almería, 2009.
· COAUTOR del libro POR UN AGUJERO. ISBN: 978-84-8266-443-3. Consejería de Cultura de la Junta de Andalucía. Almería, 2004.

“ÓBIDOSpinholando” – Apresentação

 

Gregg Kemp

Como apresentar Gregg Kemp?

Artista e dinamizador de uma actividade que lhe deve, o ter crescido com a sua acção e estÍmulo, o número de praticantes e acções.
Membro do grupo de trabalho do Worldwide Pinhole Photography Dayintegrando o ” Coordinating Team”, Gregg Kemp foi dos primeiros a proporcionar alguma atenção a este autor deste lado do mar. Desde cedo seguindo o seu trabalho com ele me cruzei nestas andanças do mundo virtual e com ele troquei trabalho. O que muito me honra. Ao ter aceite o convite para estar presente neste “ÓBIDOSpinholando” concede-me o grande prazer de ser meu convidado e dessa forma torna-se um estímulo para a realização de acções futuras.
O seu trabalho pode ser visto em:
http://www.greggkemp.com/portfolio

How to submit Gregg Kemp?
Artist and promoter of an activity which should have grown up with the action and itsstimulus, the number of players and actions.
Member of the Worldwide Pinhole Photography work of integrating the Day”Coordinating Team, ” Gregg Kemp was the first to give any attention to the authorof this side. Early on following his work with him in these wanderings I came acrossthe virtual world and work with him changed. What I am honored. To have acceptedthe invitation to attend this “ÓBIDOSpinholando” gives me great pleasure to be my guest and thus becomes a stimulus for further action.
His work can be viewed at:


“ÓBIDOSpinholando” – Encontro Internacional de Fotografia Estenopeica

“ÓBIDOSpinholando” – CONVITE

Os praticantes portugueses são convidados a enviar um trabalho. Vão fazendo a vossa escolha. Um trabalho, um único trabalho para marcar a vossa presença no “ÓBIDOSpinholando”.

1. O endereço de trabalho é clubedospinholeiros@gmail.com, podem enviar um único trabalho.
2. Preferência por trabalhos montados e emoldurados. A aresta maior do trabalho emoldurado não deve ultrapassar os 60cm, quando não emoldurado o limite é 40cm.
3. Cada trabalho deve ser enviado acompanhado de uma breve apresentação do autor e do processo desenvolvido. Características da câmara, suporte utilizado e tratamento posterior.
4. A apresentação deve conter, identificação, endereço electrónico e telefone para contacto.
5. Em alternativa pode ser enviado um ficheiro para impressão. Neste caso deve ser acompanhado por declaração expressa no “mail” enviado, que autoriza a impressão e exposição do trabalho.
6. Qualquer dúvida pode ser colocada através do endereço electrónico acima referido.
7. Informação periódica em http://pinholeiro.blogspot.com
Aqui fica o anúncio da iniciativa a que gostaria aderisse o maior número de entusiastas da Fotografia Estenopeica, conto convosco.

Os trabalhos devem ser endereçados a:

“ÓBIDOSpinholando”
Museu Municipal/Ana Calçada
Rua Direita
2510-086 Óbidos
Portugal

 


Oficina de Fotografia Estenopeica – Espaço Santa Casa

Integrada nas actividades do mês de Outubro, do Espaço Santa Casa, à Rua do Carmo, em Lisboa. Realizou-se Segunda-Feira dia 11 durante a tarde, uma actividade de Fotografia Estenopeiva (vulgo pinhole), integrada nas acções desenvolvidas pelos centros de apoio da Santa Casa da Mesericórdia de Lisboa.
Nesta actividade integraram-se técnicos e utentes dos centros de apoio social.
Esta acção foi por nós orientada e teve por base a divulgação de alguns aspectos teóricos; formação da imagem, razão da prática da Fotografia Estenopeica, que materiais usar, reciclagem de materiais e momento alto da sessão, o fazer.
Foi então que os presentes se associaram ao acto mágico de reter a Luz e produzir algumas fotografias sobre papel. A Rua do Carmo surgia assim com aspectos quase de um século atrás, os olhos abriam-se para observar, alguns viam pela primeira vez uma imagem em negativo a Preto e Branco sobre papel.
Foi uma festa, a que alguns associaram e que o trabalho tornou possível.

 


Fotografia Estenopeica Um Processo Alternativo

int51def69

  A Fotografia Estenopeica (vulgo pinhole) deve ser entendida como mais um processo alternativo no âmbito das diferentes áreas da produção de imagens fotográficas.

Diferentes processos alternativos foram sendo propostos resultado quase sempre da evolução do processo fotográfico e da modernidade das propostas que a tecnologia nos disponibilizava. Hoje é já uma certeza que o que até há bem pouco tempo era o corrente do processo fotográfico, a utilização de emulsões sobre película ou papel, se tornou sem nenhuma dúvida também num processo alternativo face ao domínio já notório da imagem fotográfica digital.

A Fotografia Estenopeica é por si só um processo fotográfico alternativo possuindo todas as razões para uma utilização variada quer como processo didáctico de divulgação do conhecimento em várias áreas do saber, quer como processo de produção de trabalho de autor.

O número de praticantes cresce todos os meses e as diferentes acções de divulgação quer entre-muros quer a nível internacional são cada vez mais procuradas por entusiastas da fotografia que buscam na prática da Fotografia Estenopeica o prazer que quer esteticamente quer tecnicamente esta prática proporciona.

Refira-se o crescente interesse que o “Dia Mundial da Fotografia Estenopeica” tem registado, com um número crescente de praticantes em todos os países.

A possibilidade que este processo possui para servir para divulgar no seio dos mais novos conhecimentos estimulantes em áreas variadas, com custos bastante reduzidos. Possibilitando de tal forma o contacto com a Fotografia por um processo bastante económico.


Hello world!

Welcome to WordPress.com. This is your first post. Edit or delete it and start blogging!